24 de fevereiro de 2012

VIDA PLENA!



Eu tenho andado muito feliz! Não tenho medo dessa felicidade não, pois aprendi onde encontrá-la, como chamá-la! A chamo de minha querida, minha companheira, minha sócia na vida!
Descobri o esquema da vida.
Tudo parece tão simples e sem segredos.
Tão claro e sem eloquência!
O ventre de minha alma gera uma autonomia que jamais conheci!
Gera força, enfrentamentos sem culpas...
Gera medos também, afinal o que é vida sem medo?
Continuo a roer unhas de vez em quando, o que é vida com 0% de ansiedade? Não é vida, é morte!
Não é isso que eu disse? Que estava adorando ser imperfeita?
Nada de mágoas, de controle, de inferioridades, de materialidades...
As vezes até parece que perdi a memória!
Ontem disse que estava me achando maluca...
Mas não é assim que definimos  a vida? Uma maluquice? Uma doidera??
Me chamem mesmo de maluca! Não quero glórias.
Quero viver bem, ser gente sem amarras, sem algemas.
Adoro minhas intuíções, meu jeito de enxergar as coisas...
Detesto minha lentidão...mas hoje ando bem mais devagar!
Já amei muitas pessoas de qualquer jeito, hoje amo poucas...intensamente!
Adoro ousar, aparecer, chamar atenção, ser chata, metida.
Adoro  não ser percebida!
Gosto de catucar, ser catucada, responder, negar, seduzir...
Jogo a bola pro alto e danço, se quiser deixo ela cair.
Se cair sem eu querer, fazer o quê?
Vida, vida...amo-te!

 Jussara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigada pela visita!