11 de junho de 2010

CONVERSA COM MEU UMBIGO



Estou sumida daqui...é que ultimamente tenho feito mais o que quero, o que gosto! Não estava muito para escrever, mas sim para andar, andar muito, estar com amigos e claro, fazer o que toda mulher gosta de fazer...comprar!!!! Não sou uma gastadora insana, mas adoro  poder comprar bobeirinha, tipo esmalte, brincos ( esse é o meu gasto preferido), cordões, cremes ( este também gosto muito rs)! Costumo dizer que às vezes me sinto feliz com  muito pouco! Outro dia fui em Madureira, e comprei um vaso de madeira crua, argila e um ramo de flor artificial, vim embora numa ansiedade enorme para chegar em casa e fazer o arranjo, cheguei, tirei as sandálias e fui logo prepando o enfeite...ficou lindo! Imediatamente fiquei testando onde ficaria melhor, fiquei um tempão fazendo isso, parece bobeira, mas isso me dá um prazer enorme! O vaso ficou melhor no chão do banheiro rs!
Sabe, mas não é sempre assim...tem dias que não me contento com nada! Que estou mergulhada em uma tristeza sem fim, que sinto que a realização dos meus planos "ENORMES" para o futuro é o que realmente me fará feliz! Nesses momento de simplicidade, desejo que a vida seja realmente assim, e pra sempre assim... porque desejar muito as vezes nos torna infelizes...então, quando tenho escolha, desejo fazer apenas o que me faz feliz...escrever hoje e agora está me fazendo feliz, mas ontem e antes de ontem, eu não estava a fim!
Peço a Deus que me ensine a voltar as raízes das crianças. A coisa mais boa que existe nesta vida é ser criança! É deixar escapar o controle, dar lugar a espontâneidade! O Reino de Deus se estabelece no Jardim da Infância! Do que sou dona? De nada! Triste resposta para os capitalistas, mas caminho de paz para os que querem ser felizes!
Tudo que é rígido corre o risco de se quebrar! Outro dia comentei que ando falando demais, sempre detestei pessoas que ficam puxando conversa em filas, ônibus, bancos...mas ultimamente me transformei numa pessoa de "papos mil" rs! No início da semana fui ao banco e na fila uma moça puxou assunto e quando vi, estávamos no maior tricote, chegou minha vez e eu tive a cara de pau de esperá-la para terminarmos o assunto kkkk depois pensei " Meu Deus! Nunca fui disso", mas ao mesmo tempo fiquei alegre, pois isso para mim significa que estou menos rígida, mais maleável, ou seja viveeeendo a vida! Já ouviu falar que a gente leva da vida a vida que a gente leva?

...então, qual o peso de suas malas e o que você está carregando nelas?
Abraço forte e aquecido!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigada pela visita!