27 de dezembro de 2009

GRATIDÃO


Uma vez ouvi um padre dizer que a gratidão é a memória da alma!
Neste final de ano, agradeço a Deus por tudo que me aconteceu. Este foi um ano em que realmente vivi como pessoa adulta, consciente da vida, ao contrário do que pensam, adultos podem escolher até mesmo conviver com certas futilidades. Eu sempre fui muito severa comigo mesma, ficava frustrada se a perfeição não acontecia, me punia por não acertar, por ser boba e idiota em algumas situações, hoje me permito errar, falar de meus pensamentos idiotas, dar lugar a sentimentos egoístas, não quero ser boazinha sempre ( "BOM só há um"), me colocar também um pouco em primeiro lugar. Pensar só e sempre no outro também é sinal de que algo está errado! Agradeço a Deus pelo meu marido que eu admiro, pelo meu lar ( como é bom ter um lar, um refúgio, onde posso ser quem sou, me sentir à vontade!), pelos amigos de luta, de aliança selada e pelos que conquistei esse ano, pela vida de meu pai, fiz várias postagens aqui sobre minha tristeza com sua doença, e hoje depois de uma cirúrgia desfruta de estabilidade em relação à sua saúde. Agradeço pelas alianças retomadas, refeitas, reconquistadas...pelos famíliares...
Minha alma tem memória, porque aprendi que o tempo cura tudo e que pra quem vive com Deus e com verdade, passe o vendaval que for, sempre haverá algo pelo qual devo agrader!
Receba o meu abraço mais forte do ano!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigada pela visita!